INFORMATIVO


ISS: Incabível dedução de materiais nos serviços de concretagem
Superior Tribunal de Justiça:
1. A decisão agravada está fundamentada na jurisprudencial de ambas as Turmas que compõem a Primeira Seção do STJ no sentido de que não é cabível a dedução dos materiais empregados na prestação do serviço de concretagem da construção civil na base de cálculo do ISS.
2 A questão analisada nos autos não é eminentemente constitucional, pois a Corte local tratou de matéria infraconstitucional (vigência do art. 9º do DL 406/68).
3. Agravo regimental não provido.
AgRg no REsp 1214266/MG – Ministro Benedito Gonçalves - DJ 13/05/2011
Incide ISS sobre serviços de embalagens gráficas
Superior Tribunal de Justiça:
1. A jurisprudência do STJ é antiga e pacífica no sentido de que, preenchidos os requisitos "confecção sob encomenda e personalizada", incide apenas o ISS sobre o serviço gráfico, ainda que importe no fornecimento de mercadoria. Este é o teor da Súmula 156/STJ: "A prestação de serviço de composição gráfica, personalizada e sob encomenda, ainda que envolva fornecimento de mercadorias, está sujeita, apenas, ao ISS."
2. A destinação dada à embalagem é irrelevante para a caracterização do fato gerador no serviço gráfico. A prestação de serviço personalizado e sob encomenda não fica desconfigurada quando a embalagem é adquirida para acondicionar produtos vendidos a terceiros.
3. Agravo Regimental não provido.
AgRg no Ag 1377427 / RS - Ministro Herman Benjamin - DJ 11/05/2011
Comentário do Consultor: Esta decisão, aparentemente, entra em choque com o recente pedido de medida cautelar da Associação Brasileira de Embalagem, acolhido pelo Supremo Tribunal Federal, que suspendeu a incidência do ISS nas operações de confecção de embalagens gráficas. A decisão final do STF ainda não foi julgada.
Operações mistas: conserto e manutenção de refrigeradores
Superior Tribunal de Justiça:
1. A Primeira Seção do STJ, no julgamento do REsp 1.092.206/SP, de relatoria do Min. Teori Albino Zavascki, submetido ao rito dos recursos repetitivos nos termos do art. 543-C do CPC e da Resolução 8/2008 do STJ, consolidou entendimento segundo o qual sobre operações mistas, assim entendidas as que agregam mercadorias e serviços, incide o ISS sempre que o serviço agregado estiver compreendido na lista de que trata a LC 116/03, e incide ICMS sempre que o serviço agregado não estiver previsto na referida lista.
2. Trata-se de empresa de prestação de serviço de conserto e manutenção de refrigeradores com fornecimento das peças empregadas.
3. Hipótese prevista nos itens 69 do Decreto-Lei n. 406/68 e no item 14.1 da Lei Complementar n. 116/2003, com expressa exceção quanto ao fornecimento de peças, no qual incidirá ICMS.
4. Incidência de ISS sobre os serviços de conserto e manutenção de refrigeradores e de ICMS sobre o fornecimento de peças, desde que a base de cálculo do imposto sobre circulação de mercadorias seja o valor referente a estas, evitando-se a bitributação.
Recurso especial improvido.
REsp 1239018/PR - Ministro Humberto Martins - DJ 12/05/2011
fonte: Boletim informativo Roberto Tauil

Postagens mais visitadas deste blog

Quando um médico ou dentista se recusa a fornecer um recibo ou nota fiscal

Qual a função do Fiscal de Tributos?